Postado em 26 de Novembro de 2018 às 14h59

Revista Servioeste é finalista do Prêmio IMA de Jornalismo Ambiental

Resp. Ambiental (35)

Reportagem sobre a destinação final dos resíduos sólidos urbanos é finalista do 11º prêmio do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina.

A Revista Servioeste é uma das finalistas da 11ª edição do Prêmio IMA de Jornalismo Ambiental, promovido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), com a reportagem O Destino dos Excedentes, da jornalista Carol Bonamigo. A matéria, que foi capa da terceira edição da Revista, ilustra o panorama atual dos resíduos sólidos urbanos no País, trazendo à tona a importante discussão sobre consumo consciente, a situação dos aterros e lixões, bem como a vida dos trabalhadores que lidam diariamente com os resíduos recicláveis.

Neste ano, a premiação recebeu 79 inscrições nas cinco categorias: mídia impressa, telejornalismo, radiojornalismo, internet e fotojornalismo. A iniciativa reconhece as melhores matérias jornalísticas sobre meio ambiente publicadas na imprensa catarinense em cinco categorias: mídia impressa, telejornalismo, radiojornalismo, internet e fotojornalismo. Além dos finalistas, o júri também selecionou alguns trabalhos que irão receber menção honrosa por participação. Os vencedores serão conhecidos durante jantar de premiação no dia 4 de dezembro, em Florianópolis.

Para o presidente do IMA, André Adriano Dick, a evolução do Prêmio ao longo dos anos mostra a força do jornalismo ambiental em Santa Catarina. “Já são onze anos de Prêmio e a cada edição a qualidade dos trabalhos é ainda melhor. Sentimos orgulho em pensar o quanto essa iniciativa cresceu e se consolidou, já fazendo parte do calendário dos jornalistas catarinenses”, comenta Dick.

O Prêmio é patrocinado pela Engie Energia e conta com apoio da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Associação dos Diários do Interior (ADI), Associação dos Jornais do Interior (Adjori), Associação Catarinense das Emissoras de Rádio e TV (Acaert) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Santa Catarina.

Sobre o prêmio

Revista Servioeste Saúde e Meio Ambiente Sobre o prêmio Assim como a instituição que, desde dezembro de 2017, passou a ser Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, em substituição à Fatma –...

Assim como a instituição que, desde dezembro de 2017, passou a ser Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, em substituição à Fatma – Fundação do Meio Ambiente – o prêmio também ganha novo nome e identidade visual, porém mantém o conceito, reconhecer e premiar os trabalhos jornalísticos que destacam a valorização do meio ambiente, especialmente, por meio da educação ambiental.

Ao longo de 10 anos, o Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental se consolidou como um dos mais importantes concursos do segmento. A partir da 11ª edição, agora como Prêmio IMA, busca crescer mais ainda no intuito de valorizar a atuação dos veículos de comunicação que, por meio de reportagens e notícias, divulgam e difundem as atividades e iniciativas que são fundamentais para a conscientização e preservação dos recursos naturais.

Veja no site do IMA a lista de todos os finalistas.

Veja também

Esgotamos os recursos naturais disponíveis para 201703/08/17O dia em que o Mundo atinge o limite do uso sustentável de recursos naturais para o ano chega cada vez mais cedo. A cada ano, os seres humanos esgotam mais cedo os recursos naturais do planeta. É como um orçamento ambiental, quando a demanda anual da humanidade por recursos excede o que o planeta Terra é capaz de regenerar naquele ano. Em 2017, o Dia da Sobrecarga da Terra, tradução de Earth Overshoot Day, foi nesta quarta-feira (2), a data mais precoce desde que estouramos nosso......
Consumo Colaborativo27/07/17Baseado em ajuda mútua e responsabilidade socioambiental, esse novo tipo de consumo tem em sua essência o compartilhamento e a troca de experiências. O consumo consciente é tido como uma prática sustentável que permite o reaproveitamento do produto para a mesma ou outra finalidade. Sem uma estrutura de oferta e demanda rígida e limitada, sem uso de moeda fixa, o comércio......
Mercado Eco Fashion!18/12/19 Moda sustentável ganha as prateleiras e desperta indústria têxtil para produção e consumo conscientes Por Keli Magri Quantas peças de roupa nova você compra por ano? Qual o tempo de uso delas? O que......

Voltar para NOTÍCIAS