Postado em 21 de Julho de 2017 às 15h57

Horta na Calçada

Vida Saudável (34)

Curitiba autoriza cultivo de horta na calçada e prática deve ser regulamentada em breve.

Uma horta cultivada na calçada no bairro Cristo Rei, em Curitiba, foi alvo de denúncias de alguns moradores insatisfeitos, que alegaram que ela atrapalhava a passagem e que era irregular, já que estava localizada numa área pública.

Após muita polêmica em torno da situação, o prefeito Rafael Greca recebeu Ricardo Leinig e Márcia Steil, responsáveis pela horta, para uma audiência para discutir sobre o tema. Na ocasião, para surpresa e alegria da maioria, Greca afirmou que iria pedir para suspenderem as notificações que os responsáveis haviam recebido até o momento, além de trabalhar numa nova regulamentação visando estimular este tipo de iniciativa.

“A agricultura urbana é uma tendência mundial, a humanidade tem que se voltar de novo para terra e para o arado”, disse o prefeito. “Se Burle Marx, meu amigo e grande paisagista brasileiro, fosse vivo, ia louvar a ideia de colocar bananeiras, ao invés de roseiras europeias, no jardim”.

 

*Informações: Hypeness

**Fotos: Facebook Horta Comunitária de Calçada Cristo Rei

Veja também

Uso racional de medicamentos04/05/20OMS recomenda, mas quais são os limites A Organização Mundial da Saúde (OMS) promove o uso racional de medicamentos. O conceito é complexo. É preciso relativizá-lo levando em conta as diferenças culturais e socioeconômicas de cada país: “parte do princípio de que o paciente recebe o medicamento apropriado para suas necessidades clínicas, nas doses individualmente requeridas......
O aroma das flores13/10/17A chegada da primavera aumenta os riscos de doenças respiratórias. Durante a primavera o cenário se transforma, árvores florescem e a temperatura se eleva. Além da beleza, a estação das flores traz consigo doenças alérgicas aos indivíduos previamente sensibilizados aos......
Febre Amarela causa preocupação no Brasil25/01/18São Paulo segue com maior número de casos, com 61 confirmados. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registrou 130 casos de febre amarela no País, sendo que 53 vieram a óbito, no período de 1º julho de 2017 a 23 de janeiro de 2018. No mesmo período do ano anterior,......

Voltar para NOTÍCIAS