Postado em 13 de Outubro de 2017 às 17h06

Da horta para a mesa

Vida Saudável (33)

A procura por uma alimentação saudável vai além da qualidade de vida e se torna opção de emprego e renda.

Por Carol Bonamigo

Ao indagar sobre as ações que podem auxiliar na busca por saúde, será quase unanimidade entre médicos e pesquisadores a importância de uma alimentação balanceada. É impressionante como o simples ato de ingerir alimentos saudáveis pode ser uma profilaxia considerável a ser tomada.

E neste grande buffet de opções disponíveis, uma tem chamado a atenção, os produtos orgânicos. Conforme explica a nutricionista especialista em Nutrição Clínica e Esportiva, Júlia Beux, esses alimentos se destacam por serem cultivados sem nenhum tipo de agrotóxico ou aditivo, desde o adubo até a colheita. “Os benefícios vão além do risco de contaminação, os alimentos mantêm as propriedades, possuem mais frescor e, assim, qualidade nutricional”.

Outra sugestão da nutricionista é estar atento para além da aparência em si, e escolher frutas e verduras da época e verificar se o alimento contém o selo de orgânico. “Para melhorar ainda mais, opte por alimentos ‘de verdade’, com menos embalagens e mais cascas, ou seja, diminua o consumo de industrializados. E também, se possível, conversar com o produtor, por isso comprar alimentos em feiras pode proporcionar garantia”, indica Júlia.

Comprando saúde

Revista Servioeste - Saúde e Meio Ambiente Comprando saúde Para os agricultores catarinenses Davi de Oliveira e Ricardo Sartori, eles estão plantando saúde. Há cinco anos entraram no mercado de produtos orgânicos e veem...

Para os agricultores catarinenses Davi de Oliveira e Ricardo Sartori, eles estão plantando saúde. Há cinco anos entraram no mercado de produtos orgânicos e veem a diferença a cada colheita. “Aqui não tem nada de químico, adubo, ureia ou veneno. Apenas orgânico. Demora mais para crescer e, por isso, acaba ficando mais resistente e saudável”, conta Davi.

São diversas opções de frutas, verduras, queijos e geleias produzidas em suas propriedades, no interior, e revendidas em feiras agroecológicas, em Chapecó. Foram quase dois anos de visitas e acompanhamento até adquirirem seus certificados da Ecovida e o selo Produto Orgânico Brasil. “É bom para quem compra, não para quem produz. Nós trabalhamos para cuidar da saúde dos outros, porque alimentação é saúde. E as pessoas têm que comprar com a consciência de que quando você adquire alimentos orgânicos, você compra saúde”, afirma Ricardo.

Oportunidade de negócio

Os produtos orgânicos encontrados nas feiras não são maioria nas prateleiras dos supermercados e o consumo crescente desses alimentos no Brasil faz deles uma grande oportunidade de negócio. Observando essa necessidade e pensando na saúde das pessoas e do planeta, surgiu há pouco mais de um ano a Ecosalute. A empresa chapecoense comercializa produtos orgânicos de forma online para todo o País, com o objetivo de disseminar, cada vez mais, um estilo de vida prático e saudável.

Os agrônomos Edilza Frison, Monica Taís Zarembski e Réges Chimello, sócios da empresa, querem contribuir com os produtores rurais da região, já que muitos dos itens disponíveis no site são produzidos nas localidades próximas a Chapecó. “Sempre trabalhamos nessa linha e sentimos falta desses produtos aqui. Nos maiores mercados do município, por exemplo, notamos pouca diversidade de itens orgânicos. Por isso resolvemos comercializá-los e de uma forma muito cômoda, através da internet”, explica Edilza.

Todos os produtos disponíveis no site da empresa possuem a certificação de orgânicos, devidamente credenciada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Na página, o cliente pode encontrar diversos itens, como cereais, sementes, açúcares, chás, geleias, farinhas, vinhos e sucos. Os consumidores recebem as compras em casa, em qualquer lugar do País. Já os produtos in natura, como é o caso das hortaliças e frutas, estão disponíveis somente para os moradores de Chapecó. “Estamos consumindo muitos produtos industrializados e que estão deixando as pessoas facilmente doentes. Queremos ofertar alimentos mais saudáveis e contribuir com o meio ambiente. A Ecosalute tem como proposta fazer esse papel social e não exclusivamente econômico”, acrescenta Edilza.

Veja também

Como manter a saúde durante o inverno27/06/17Cuidado com o choque térmico ao sair de ambientes aquecidos. As variações de temperatura de um ambiente para outro necessitam de atenção especial. Ao sair da academia, por exemplo, para encarar as baixas temperaturas no ambiente externo, é fundamental agasalhar-se. Afinal, o corpo está aquecido em função dos exercícios e do ambiente fechado e o impacto entre frio e calor pode facilitar o aparecimento de......
Mês voltado à saúde do homem22/11/18Novembro Azul atenta para a prevenção ao câncer de próstata. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA, o câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença em homens no Brasil (ficando atrás apenas do câncer de pulmão). Estima-se que......
Alimentos que combatem o estresse09/06/17As circunstâncias do nosso cotidiano criam situações de estresse. Porém, uma alimentação balanceada pode ajudar a manter o temperamento controlado. O estresse pode ser desencadeado por situações adversas, quando a pessoa encontra-se em um momento de constante pressão e esgotamento emocional. A longo prazo, um caso de estresse crônico pode acarretar problemas graves para a......

Voltar para NOTÍCIAS