Postado em 08 de Agosto de 2017 às 10h50

SUS oferece curso grátis sobre medicamentos fitoterápicos

Gestão de Saúde (32)

Cultivo de plantas medicinais, preparação e uso de remédios caseiros são alguns dos assuntos do curso.

Quase 11 mil pessoas já se inscreveram para um curso gratuito oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O “Uso de Plantas Medicinais e Fitoterápicos para Agentes Comunitários de Saúde” é uma introdução sobre o uso seguro desses componentes, fortalecendo ações e serviços de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) na Rede de Atenção à Saúde.

Este módulo visa orientar o ACS sobre a importância do uso correto de plantas medicinais e fitoterápicos, disponibilizando informações básicas sobre cultivo de plantas medicinais, assim como orientações sobre a preparação e o uso de remédios caseiros, além de promover o intercâmbio e troca de experiências sobre o papel dos Agentes Comunitários de Saúde no uso correto de plantas medicinais e fitoterápicos na atenção básica de saúde.

Revista Servioeste - Saúde e Meio Ambiente O curso é gratuito e online, com carga horária de 80 horas na modalidade à distância, sem limites de vagas. Tem como base as diretrizes da Política Nacional de...

O curso é gratuito e online, com carga horária de 80 horas na modalidade à distância, sem limites de vagas. Tem como base as diretrizes da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), em conformidade com os princípios estabelecidos para a Educação Permanente do SUS.

 

*Fonte: AVASUS

Veja também

Canoas Mais Leve16/04/18Iniciativa de combate a obesidade em município gaúcho oferece atendimento multidisciplinar. Por Marcela Panke A Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura de Canoas (RS) implantou, em 2017, o projeto Canoas Mais Leve, que tem o objetivo de combater a obesidade e doenças relacionadas no município. O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) do Ministério da Saúde aponta que a obesidade atinge 38,9% das mulheres adultas de Canoas e 32,85% entre os......
Transplante de Tecido Ocular29/03/18Banco de Olhos de Volta Redonda é responsável por 40% dos transplantes no estado do Rio de Janeiro. O Banco de Tecido Ocular de Volta Redonda, inaugurado em 2010, soma 1.196 córneas fornecidas para transplante até 2017 e é responsável por 40% dos procedimentos realizados no estado do Rio de Janeiro. Em 2018, o estado realizou......
Hospital Florianópolis realiza captação de múltiplos órgãos05/04/18Procedimento permitirá que rins, pâncreas, fígado e coração de um paciente sejam direcionados para quatro pessoas que aguardavam na fila por um órgão. O Hospital Florianópolis (HF) realizou na manhã desta quarta-feira (4), uma captação inédita de múltiplos órgãos para transplante. O procedimento permitirá que rins, pâncreas, fígado......

Voltar para NOTÍCIAS