Postado em 12 de Abril de 2018 às 16h19

Como estúdios de tatuagem devem gerenciar seus resíduos

Gestão de Saúde (33)

Empreendimentos também são geradores de resíduos de serviços de saúde.

Revista Servioeste Saúde e Meio Ambiente Empreendimentos também são geradores de resíduos de serviços de saúde. A manipulação dos resíduos perfurocortantes com agentes biológicos pode causar acidentes, levando à...

A manipulação dos resíduos perfurocortantes com agentes biológicos pode causar acidentes, levando à contaminação da população, caso os Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) estejam mal acondicionados e tenham um destino final inadequado. Os estúdios de tatuagem, por exemplo, são locais que devem seguir as normas de higiene e segurança exigidas no manuseio dos resíduos.

O descarte do material residual do processo de tatuagem deve seguir as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da mesma forma que o descarte de materiais dos hospitais e clínicas médicas. Isso porque, tanto as agulhas quanto as luvas e tintas, acabam contendo resíduos de sangue e apresentam, portanto, potencial de contaminação aos profissionais envolvidos no recolhimento do lixo e ao meio ambiente.

“Assim como em estabelecimentos de saúde, os estúdios de tatuagem também precisam segregar e acondicionar seus resíduos conforme a periculosidade que eles apresentam, para que o destino final seja o correto. Geralmente são resíduos do Grupo A (potencialmente infectantes, com presença de agentes biológicos), Grupo B (tintas) e do Grupo E (perfurocortantes, como agulhas e seringas)”, explica a engenheira ambiental do Grupo Servioeste, Caroline Beutler.

Veja também

Unidades Básicas de Saúde serão informatizadas15/08/17Unidades básicas de saúde estarão informatizadas até o fim de 2018, diz ministro. Até 2018, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do País estarão informatizadas, disse ontem (14) o Ministro da Saúde, Ricardo Barros. Segundo ele, cerca de 15 mil UBSs já são informatizadas atualmente e a previsão é que mais 27 mil se somem a este número até o final do ano que vem. “A meta é informatizar 100% das......
Setembro Verde01/09/17Campanha destaca importância do diagnóstico precoce do câncer colorretal. Entidades de saúde de Santa Catarina estão juntas para a campanha Setembro Verde, que tem por finalidade informar a população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de intestino e reto (câncer......
Confirmado primeiro caso autóctone de chikungunya em SC09/03/18DIVE confirma primeiro caso autóctone de febre chikungunya em Santa Catarina. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) confirmou o primeiro caso autóctone de febre chikungunya em uma pessoa residente no município de Cunha Porã, na Microrregião Oeste de Santa Catarina.O diagnóstico......

Voltar para NOTÍCIAS