Postado em 10 de Maio de 2019 às 11h27

Alunos de escolas e universidades participaram de mutirão de limpeza

Educação Ambiental (18)

A iniciativa Maré limpa na Resex tem o objetivo de sensibilizar banhistas sobre a destinação adequada do lixo

Cerca de 200 quilos de resíduos foram recolhidos por cem voluntários que participaram, no dia 04 de maio, da 4ª edição da atividade “Maré Limpa na Resex”, realizada na Praia de Itaipu, na Região Oceânica de Niterói. Promovida pela Reserva Extrativista Marinha de Itaipu (Resex Itaipu) e pelo Parque Estadual da Serra da Tiririca, a ação teve o objetivo de sensibilizar os banhistas sobre a importância da destinação ambientalmente adequada do lixo.

O mutirão de limpeza foi realizado por mergulhadores voluntários no fundo do mar, próximo ao costão rochoso, e na areia da praia por alunos de escolas municipais da região e de universidades como a Universidade Federal Fluminense (UFF), guarda-parques do Parque Estadual da Serra da Tiririca e da Resex de Itaipu, dentre outros.

“O objetivo desta ação não é acabar hoje com todos os resíduos nas praias e nos mares, mas provocar uma reflexão nas pessoas. Um ato simbólico, mas com ações efetivas”, ressaltou o gestor da Resex Itaipu, Carlos Martins.

A Reserva Extrativista Marinha de Itaipu é a primeira unidade de conservação estadual dessa categoria e abrange a área marinha adjacente às praias de Piratininga, Camboinhas, Itaipu, Itacoatiara e a Lagoa de Itaipu. Na Resex está assegurada a pesca praticada por pescadores de forma tradicional.


*Texto e foto: Assessoria de Comunicação do Inea 

Veja também

Um olhar além da reciclagem18/12/19 Economia circular otimiza e prolonga uso de recursos e desponta como novo modelo econômico. Portugal lidera proposta que elimina desperdício e permite regeneração de materiais Keli Magri Como é seu consumo dentro de casa? Você reaproveita alimentos? Reutiliza a água? Compartilha energia? Vamos além: você conseguiria completar um mês sem......
App aproxima catadores de quem quer descartar produtos recicláveis23/02/18Através de um processo aberto, sem fins lucrativos e colaborativo, Cataki visa conectar geradores e catadores de resíduos, aumentando reciclagem e renda. Foi a partir da demanda que o grafiteiro e ativista Mundano idealizou o Cataki, aplicativo sem fins lucrativos que conecta catadores com pessoas e empresas que querem descartar materiais recicláveis. De julho de 2017 até fevereiro deste ano, a......
A Vida no fundo do Mar13/10/17Maior aquário marinho da América do Sul de portas abertas no Porto do Rio. O ecossistema marinho causa certo fascínio em muitas pessoas. É possível aprender sobre os oceanos e seus habitantes através de livros e documentários, por exemplo, mas nada se compara a experiência de observar de......

Voltar para NOTÍCIAS