Postado em 11 de Setembro de 2017 às 15h30

Setembro Amarelo

Gestão de Saúde (33)

Campanha visa conscientizar a população para a prevenção do suicídio.

A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) promove, anualmente, a campanha Setembro Amarelo, com o objetivo principal de informar corretamente a população acerca da prevenção do suicídio. Em 2016, a campanha atingiu mais de 50 milhões de pessoas em todo o País, chamando a atenção para esta triste realidade por meio de caminhadas, simpósios, palestras e colaboração com a imprensa. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), quase um milhão de pessoas morrem por suicídio anualmente, o equivalente a uma morte a cada 40 segundos. No Brasil, de acordo com os números do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, ocorrem, em média, 32 mortes por suicídio/dia.

De acordo com um levantamento feito pela OMS, a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio em alguma parte do mundo.

Diversos estudos apontam que aproximadamente 100% das mortes por suicídio estão associadas a um transtorno psiquiátrico. Visando contribuir para a redução desses números alarmantes, a campanha Setembro Amarelo busca conscientizar a população acerca da importância da identificação e tratamento corretos das doenças mentais, o que traria um impacto direto na redução das mortes por suicídio. Falar sobre suicídio de maneira responsável e com base em informações corretas ajuda na sua prevenção. Pensando nisso, a ABP e o Conselho Federal de Medicina (CFM) lançaram duas cartilhas com orientações sobre o tema: “Comportamento suicida: conhecer para prevenir”, um manual dirigido a profissionais da imprensa; e “Suicídio: informando para prevenir”, voltada aos profissionais da área de saúde.

Segundo dados, 17% das pessoas no Brasil já pensaram, em algum momento, em tirar a própria vida. 

“A ABP e o CFM estão de mãos dadas para fazermos, neste ano, o maior Setembro Amarelo que já existiu na história desta atividade. Todos nós devemos participar desta Campanha, para fazer a prevenção do suicídio. Agora, em setembro, participe você também, quer seja na sua comunidade, no bairro, nas escolas, no seu trabalho. Venha para esta campanha, venha nos ajudar a salvar vidas”, convidou o coordenador nacional da Campanha, Dr. Antônio Geraldo da Silva.

Veja também

Como estúdios de tatuagem devem gerenciar seus resíduos12/04/18Empreendimentos também são geradores de resíduos de serviços de saúde. A manipulação dos resíduos perfurocortantes com agentes biológicos pode causar acidentes, levando à contaminação da população, caso os Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) estejam mal acondicionados e tenham um destino final inadequado. Os estúdios de tatuagem, por exemplo, são locais que devem seguir as normas de......
Confirmado primeiro caso autóctone de chikungunya em SC09/03/18DIVE confirma primeiro caso autóctone de febre chikungunya em Santa Catarina. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) confirmou o primeiro caso autóctone de febre chikungunya em uma pessoa residente no município de Cunha Porã, na Microrregião Oeste de Santa Catarina.O diagnóstico......
Resíduos de serviços de saúde em meio à pandemia08/07/20 Tratamento é fundamental para mitigar transmissão do novo coronavírus Em março, no início da pandemia de covid-19, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais......

Voltar para NOTÍCIAS