Postado em 30 de Abril de 2020 às 08h39

Ônibus consultório

Gestão Pública (24)

Veículos adaptados para atendimento médico e odontológico oferecem serviços o ano todo

A quinta maior cidade do Paraná, Cascavel, transformou uma ação esporádica de saúde em um projeto anual que tem mudado os índices de prevenção de doenças no município. É o primeiro projeto no Brasil a oferecer atendimento médico e odontológico em consultórios móveis, por meio de ônibus sanitariamente adaptados com ambulatório, salas de triagem e enfermagem, recepção, elevador de acesso e banheiros.

A diferença para os demais projetos espalhados pelo País é que os dois ônibus adaptados pela Prefeitura prestam atendimento durante todo ano, funcionando como postos de saúde móveis.

“O atendimento possibilita melhora nos indicadores de saúde do município, como a detecção precoce de doenças, o desenvolvimento de planos de intervenção em territórios que apresentem riscos à saúde e a ampliação de ações preventivas.” Ali Haidar, gerente de atenção primária à saúde do município.

Comboio da Saúde

O projeto chamado Comboio da Saúde, conta com equipe multidisciplinar formada por médicos, dentistas, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e/ou assistente social.

Os ônibus possuem equipamentos com desfibrilador automático, oxímetro, estetoscópio, aparelho para eletrocardiograma, além de computadores e impressoras. Os consultórios móveis possibilitam a realização de exames preventivos, testes rápidos e promovem ações de prevenção à saúde para atender demanda reprimida das Unidades de Saúde. Todos os atendimentos são registrados no sistema de saúde do município.

Serviços

Os ônibus permanecem em cada local (bairro ou comunidade) por, no mínimo, duas semanas, com atendimento das 8h às 11h e das 13h30 às 17h30, de segunda a sexta. Além do atendimento médico e odontológico, o projeto será ampliado neste ano para o atendimento de animais, por meio do castramóvel.

De acordo com o gerente de atenção primária à saúde do município, Ali Haidar, em oito meses, o projeto fez 4.000 consultas e 3.000 procedimentos/exames na unidade de atendimento clínico, são de 20 a 30 consultas por dia.

* Fotos Divulgação/PMC

Veja também

Brasil diminui uso de substâncias que afetam camada de ozônio27/07/17Em compromisso com Protocolo de Montreal, País já eliminou 34% do consumo de Hidroclorofluorcarbonos, usados na produção de ar-condicionados e geladeiras. O Programa Brasileiro de Eliminação dos Hidroclorofluorcarbonos (HCFCs), substâncias que afetam a camada de ozônio, já possibilitou a retirada de 34% do consumo brasileiro desses elementos, cuja meta é de 35% para o ano de 2020, conforme o estabelecido pelo Protocolo de Montreal. O HCFC é importado para a fabricação de geladeiras, aparelhos de......
Cultivo nas alturas em São Paulo27/01/20 Engenheiro e ecóloga criam primeira telha hidropônica do mundo Angela Piana Você é daqueles que sempre sonhou em ter um telhado verde na sua casa? Não falo só da ideia de colocar plantas para......
Aplicativo facilita as denúncias ambientais30/06/17App da Secretaria de Meio Ambiente de SP está disponível para Android e iOS A Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo apresentou no último mês, uma nova plataforma de auxílio para a população fazer denúncias contra crimes ambientais. Trata-se do Denúncia Ambiente, um aplicativo......

Voltar para NOTÍCIAS