Postado em 17 de Abril às 16h57

Mudanças Climáticas

Educação Ambiental (22)

ONU lança pesquisa em formato de game sobre crise climática

Revista Servioeste Saúde e Meio Ambiente ONU lança pesquisa em formato de game sobre crise climática O Mission 1.5 é uma espécie de game que coloca em prática uma investigação a nível global sobre a...

O Mission 1.5 é uma espécie de game que coloca em prática uma investigação a nível global sobre a ação climática. O nome tem a ver com a meta – firmada no Acordo de Paris (assinado por 195 países) - de manter o aquecimento global abaixo de 1,5 graus Celsius.

A proposta é estimular as pessoas a perceberem seu papel no futuro do planeta.

O “jogador” deve votar nas ações climáticas que mais geram preocupação, baseado em perguntas do tipo: o que o seu país deveria fazer com a rede de transportes para ajudar a melhorar a crise climática? O que os governos deveriam fazer com as fazendas e produção de alimentos para melhorar a crise climática?

As informações coletadas serão transmitidas aos países membros da Organização das Nações Unidas para que levem em conta essas informações ao formularem políticas relacionadas ao meio ambiente.

Segundo o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o game tem alcance potencial de 4,4 mil milhões de pessoas. Os dados serão analisados pela Universidade de Oxford. O projeto vai gerar subsídios para a próxima Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP26), prevista para o final de 2020, na Escócia.

Agenda 2030

Aproveitando a onda dos jogos de tabuleiro, a ONU disponibiliza para download o Viva os Objetivos!, desenhado para crianças entre oito e 10 anos. A missão do jogo é ampliar a conscientização sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), como eles impactam a vida em sociedade e o que é possível fazer para ajudar a alcançar os 17 objetivos até 2030.

Estes objetivos fazem parte da Agenda 2030, plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade. “É necessário que as gerações mais jovens sejam agentes fundamentais para um futuro melhor”, afirma a ONU.

Veja também

A Vida no fundo do Mar13/10/17Maior aquário marinho da América do Sul de portas abertas no Porto do Rio. O ecossistema marinho causa certo fascínio em muitas pessoas. É possível aprender sobre os oceanos e seus habitantes através de livros e documentários, por exemplo, mas nada se compara a experiência de observar de pertinho esses seres tão peculiares. De polvos a corais, de tubarões e raias a águas vivas, de tartarugas a cavalos-marinhos. A......
App aproxima catadores de quem quer descartar produtos recicláveis23/02/18Através de um processo aberto, sem fins lucrativos e colaborativo, Cataki visa conectar geradores e catadores de resíduos, aumentando reciclagem e renda. Foi a partir da demanda que o grafiteiro e ativista Mundano idealizou o Cataki, aplicativo sem fins lucrativos que conecta catadores com pessoas e empresas que querem descartar materiais recicláveis. De julho de 2017 até fevereiro deste ano, a......
Curitiba espalha canteiros de hortaliças nas escolas09/04/18Hortas de escolas são laboratório vivo e estimulam a alimentação saudável. A Prefeitura de Curitiba está espalhando canteiros repletos de hortaliças pela rede municipal de educação. Entre as 87 unidades com atividades de cultivo para os estudantes, 25 escolas e Centros Municipais de Educação......

Voltar para NOTÍCIAS