Postado em 17 de Novembro de 2017 às 15h47

Cuidados com o Diabetes

Vida Saudável (29)

Há 26 anos, o dia 14 de novembro é utilizado para o combate a esta doença silenciosa.

Esta semana foi marcada por ações de prevenção ao diabetes em todo o globo. Para 2017, o tema escolhido para o Dia Mundial da Prevenção ao Diabetes foi “Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável”.

Dentre os objetivos da campanha mundial estão:

  • Incentivar os governos a implementar e fortalecer políticas para a prevenção e controle do diabetes e suas complicações.
  • Disseminar ferramentas para apoiar as iniciativas nacionais e locais para a prevenção e controle do diabetes e suas complicações.
  • Destacar a importância da educação baseada em evidências na prevenção e controle do diabetes e suas complicações.
  • Aumentar a conscientização dos sinais de alerta do diabetes e promover ações para incentivar o diagnóstico precoce.
  • Promover ações para reduzir os principais fatores de risco para o diabetes.
  • Promover ações para prevenir ou retardar as complicações do diabetes. 

Sobre a data

Uma em cada doze pessoas – ou 62 milhões – vive com diabetes nas Américas, número que triplicou desde 1980, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, revelam que diabetes cresceu 61,8% em 10 anos, no Brasil.

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela IDF em conjunto com a OMS, em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo.

A data tornou-se oficial pela Organização das Nações Unidas (ONU) a partir de 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225. O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

Veja também

Viver é mais que existir23/07/19 Qualidade de vida é o termômetro para medir o desenvolvimento das cidades. Qual é a febre da sua? Keli Magri Na hora de mudar de cidade, o que mais pesa na sua escolha? Oferta de trabalho? Segurança? Índices públicos de saúde? Acesso à educação? Mobilidade urbana? A quantidade de áreas verdes? Praias? Espaços para lazer? E se......
Febre Amarela causa preocupação no Brasil25/01/18São Paulo segue com maior número de casos, com 61 confirmados. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registrou 130 casos de febre amarela no País, sendo que 53 vieram a óbito, no período de 1º julho de 2017 a 23 de janeiro de 2018. No mesmo período do ano anterior,......
Cuidados com as doenças de pele no verão22/12/17O câncer de pele é considerado o mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos estipulados no País. Por Samara Grando Com o início de dezembro, logo começam os preparativos para as férias de verão. A estação mais quente do ano é a escolhida por muitas pessoas para viajar, visitar familiares e, com isso,......

Voltar para NOTÍCIAS